11/09/2017 às 12h55min - Atualizada em 11/09/2017 às 12h55min

'Prefiro não entrar muito em especulações', diz Ricardo sobre possível ingresso de tucanos no PSB

Para o socialista, o tema é uma questão de coerência com o momento do partido, que estaria passando por transformações

Blog do Gordinho

 

Se depender do governador Ricardo Coutinho as chances do PSB receber integrantes do PSDB, a exemplo do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, são remotas. Para o socialista é uma questão de coerência com o momento do partido que passa, segundo ele, por transformações.

“Acho que esses movimentos não se coadunam com o dos PSDB, que está no espaço da direita e da direita raivosa, que responsável pela desagregação de muitos setores da sociedade. Não creio que para o PSB isso seja algo razoável”, avaliou. Sobre o nome do governador de São Paulo, o governador preferiu não opinar diretamente.

“Prefiro não entrar muito em especulações, porque senão fico dando palpite em tudo e pode não acontecer nada”, salientou o governador. Ele ainda avaliou que o partido tem feito um movimento importante de se reposicionar, “de recuperar seu espaço, como a saída do governo Temer, postura contra algumas reformas e o enquadramento da bancada”, exemplificou.

Ricardo destacou que o quadro partidário no Brasil não é fácil. “Os partidos passam por uma crise profunda, ética e programática, e é muito grave. O PSB está recebendo essas turbulências”, disse Coutinho, acrescentando que o movimento de reencontro é com aquilo que simboliza o partido. Em relação a possibilidade de candidatura da legenda, Ricardo afirmou que o PSB pode ter candidato, mas não necessariamente. “O partido pode ter um conjunto de ideias, de propostas”, opinou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »