Uma história que está circulando no fórum chinês Tian Ya Yi Du (e que é tão incrível quanto duvidosa) mostra como o iPhone 7 pode ser uma grande fonte de investimento — caso você seja uma pessoa bem malandra e tenha uma ótima lábia, claro.

Aparentemente, uma chinesa de nome fictício Xiaoli armou um grande esquema para enganar 20 rapazes com quem a moça mantinha um relacionamento: ela pediu a cada um deles um iPhone 7 de presente (sendo que o aparelho tinha somente um mês de vendas por lá), revendeu todos e, com o dinheiro obtido, conseguiu dar entrada em uma casa em uma região rural do país.

Xiaoli teria vendido os smartphones a um site de "reciclagem" chamado Hui Shou Bao por 120 mil yuans chineses no total (o que dá cerca de R$ 57 mil em conversão direta de moeda). Um rapaz de apelido Proud Qiaoba, que foi o responsável por postar a história online, diz que Xiaoli é a filha mais velha "de uma família não muito rica" e pode ter passado por dificuldades financeiras, o que a levou a fazer o esquema. "Todos aqui no escritório estão falando sobre isso", diz o autor. As redes sociais locais só falam disso, com opiniões bem variadas a respeito da atitude da mulher.

E é verdade?

Não está claro se os 20 homens eram de fato namorados de Xiaoli ou foram simplesmente enganados "no papo" pela moça. A BBC foi atrás da história e conseguiu a confirmação da loja Hui Shou Bao que uma cliente mulher de fato adquiriu 20 modelos de iPhone de uma cliente mulher em outubro de 2016 pelo valor divulgado. Porém, Xiaoli não foi encontrada e nem se manifestou — isso se ela existir de verdade.