21/11/2016 às 10h49min - Atualizada em 21/11/2016 às 10h49min

Papa permite que padres perdoem aborto, mas adverte que ato é um ‘pecado grave’

Francisco, que tem feito da Igreja uma instituição religiosa mais inclusiva e compreensiva durante o seu mandato

Blog do Gordinho

O Papa Francisco permitiu, nesta segunda-feira, que os padres católicos tenham o poder para perdoar abortos, uma concessão antes dada somente para bispos e confessores especiais. Francisco permitiu, no final do ano passado, que os sacerdotes pudessem conceder o perdão a mulheres que tenham abortado, porém com limite até o final do Ano Santo da Misericórdia, encerrado neste final de semana.

Em um documento tornado publico pelo Vaticano nesta segunda-feira, Francisco escreveu que “Não há pecado ao qual a misericórdia de Deus não possa chegar e limpar um coração arrependido”.

Porém, Francisco ressalta que o “abordo é um pecado grave, uma vez que põe um fim a uma vida inocente”.

Francisco, que tem feito da Igreja uma instituição religiosa mais inclusiva e compreensiva durante o seu mandato, fez o anúncio em um documento conhecido como “carta apostólica”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »