Acidente de helicóptero que matou 2 militares aconteceu em exercício de desembarque, diz Marinha

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A Marinha do Brasil informou que o acidente de helicóptero que deixou dois militares mortos nesta terça-feira (8) aconteceu durante um exercício de desembarque rápido de tropas em “ambiente adverso” chamado Fast Rope.

A Força Armada ressaltou que nem mísseis, nem armamentos pesados estavam envolvidos na atividade. Havia 14 pessoas na aeronave, um helicóptero do modelo UH-15 Super Cougar, pertencente ao 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral.

Vídeo — Dois militares morrem após queda de helicóptero da Marinha

data-youtube-width=”500px” data-youtube-height=”281px” data-youtube-ui=”nacional” data-youtube-play=”” data-youtube-mute=”0″ data-youtube-id=”FqLHoTPayv0″

queda da aeronave aconteceu durante um treinamento militar no município de Formosa (GO), a cerca de 80 quilômetros de Brasília.

Os dois militares que morreram são: o Sargento Luís Fernando Tavares Augusto, que servia no Batalhão de Blindados de Fuzileiros Navais; e o Sargento Renan Guedes Moura, lotado na Base de Fuzileiros Navais da Ilha do Governador.

Em nota, o Hospital Estadual de Formosa informou que seis feridos receberam alta médica e foram liberados. Um paciente foi removido para outra unidade hospitalar.

Segundo nota da Marinha, outros três militares permanecem sob cuidados médicos da Unidade Médica Expedicionária da Marinha e dois no Hospital das Forças Armadas.

Do total de feridos, 10 apresentam lesões sem gravidade e dois passarão por cirurgia ortopédica.

FOTOS: Veja imagens do modelo do helicóptero da Marinha que caiu nesta terça

O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, manifestou seu “profundo sentimento de tristeza e pesar” em comunicado. Ele disse que já foram iniciados os procedimentos “para apurar as causas e circunstâncias do ocorrido” por parte da Comissão de Investigação de Acidente Aeronáutico.

Desde 1988, acontece no município de Formosa a “Operação Formosa”, grande treinamento militar da Marinha do Brasil. Em 2022, o treinamento aconteceu de 2 a 10 de agosto com 3.500 militares das três Forças.

Foram realizadas práticas de uso conjunto de armas de apoio, manobras táticas, fogos de artilharia e operações aéreas e operações especiais.

Além disso, foram auxiliados por carros de combate, veículos blindados, carros lagarta anfíbios, aviões, helicópteros, aeronaves remotamente pilotadas, obuseiros de artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.

Ainda houve salto de paraquedistas e a montagem de uma unidade de trauma com telemedicina, um posto de descontaminação nuclear, biológica, química e radiológica e um laboratório de detecção de agentes químicos.

FOTOS: Veja imagens do modelo do helicóptero da Marinha que caiu nesta terça

*com informações de Léo Lopes e Victor Aguiar, da CNN

source
Fonte : CNN BRASIL

Leia Também

Deixe seu Comentário