No último domingo, 5, três banhistas se afogaram na Praia do Ipanema, no Rio de Janeiro. Apenas dois foram resgatados. O jovem Leonardo Tavares da Silva, de 16 anos, ficou desaparecido por quatro dias. Seu corpo foi encontrado na última quarta-feira, 8. 

Desde o seu desaparecimento, o Corpo de Bombeiros tentavam encontrá-lo, com apoio de drones, helicóptero, mergulhadores, motos-aquáticas e botes infláveis. 

+ Leia mais notícias do Brasil em Oeste

O adolescente havia desaparecido quando o mar avançou para a areia. No domingo, a água estava agitada por causa de um ciclone que se formou no país. Vídeos de câmeras de segurança de prédios na orla mostraram a força da água. 

“Meu coração de mãe está apertado, ele era meu caçula”, disse a mãe do adolescente. “Ele me pediu se podia vir na excursão para o Rio, e eu disse que não, porque ele não sabia nadar e não iria ter nenhum responsável com ele.”

Cinco banhistas foram resgatadas na Praia do Arpoador, zona sul do Rio

Arpoador
Os banhistas podem pedir informações aos bombeiros para saber das condições do momento | Foto: Foto: Reprodução/Twitter/X/@castelrt

Na última quinta-feira, 9, cinco pessoas foram resgates na Praia do Arpoador, na zona sul do Rio de Janeiro. Duas adolescentes de 13 anos foram arrastadas pela água e levadas para uma rocha.

Leia também: Resort em Alagoas ‘fecha’ praia com grades”

O vendedor Bruno Rodrigues também foi arrastado pela água. “Quase fui com a correnteza, mas comecei a nadar para o lado”, disse. “Pensei que estava raso, mas cai num buraco e comecei a me afogar.”

Os salva-vidas orientam as pessoas que chegam na praia para observarem as bandeiras. Se forem vermelhas, a recomendação é não entrar no mar. Os banhistas podem pedir informações aos bombeiros para saberem as condições do momento. 

Leia também: “Enorme tubarão é resgatado depois de ficar preso nas areias da praia”

source
Fonte : Revista Oeste

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio