Sob Lula, o governo brasileiro denunciou Israel pela invasão de territórios palestinos, durante audiência na Corte Internacional de Justiça, em Haia, nesta terça-feira (20). O Itamaraty sustenta que os palestinos são discriminados, têm suas liberdades individuais violadas e sofrem também com uma decomposição demográfica.

A manifestação do Brasil ocorreu durante as audiências realizadas pela Corte, nesta terça-feira (20), e vem à tona em meio a uma forte crise diplomática com Israel e seus representantes. Na ocasião, o governo Lula enquadrou os atos israelenses como “ilegais” e equivalentes a uma “anexação”.

A delegação do Itamaraty ainda pede reparações aos palestinos, além de cobrar garantias para que Israel não repita as supostas violações apontadas.

O Brasil também defende que países estrangeiros não reconheçam a ocupação e nem tome medidas que impliquem em uma aceitação tácita.

source
Fonte : Conexão Politica