Um estande na Multifeira tem feito a diferença para a comunidade surda. A iniciativa partiu do casal de professores de Libras, Cesar e Alda Leaby. Juntos, eles oferecem produtos personalizados, cursos da língua de sinais, serviço de intérprete e ainda ajudam pessoas a se comunicarem com outros expositores.

A professora Alda Leaby, que não é surda, acredita que o marido deve ser o primeiro empreendedor surdo da história da BMB. Ele montou um pequeno negócio de produtos personalizados e, com a ajuda da mulher e da filha, comercializa os produtos que são canecas, porta-retratos e cerâmicas com fotografias impressas.

Alda tem ajudado ainda pessoas surdas na BMB enquanto intérprete. “Como nós somos professores de libras, estamos divulgando nossos cursos e também meu trabalho de intérprete”.

source
Fonte
Polemica Paraiba

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio