Cara a cara com Marlene Mattos, Xuxa Meneghel se surpreende com afirmação

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Xuxa Meneghel e Marlene Mattos - Foto: Reprodução / Globoplay
Xuxa Meneghel e Marlene Mattos – Foto: Reprodução / Globoplay

Em mais um episódio de seu novo documentário, Xuxa Meneghel conversou cara a cara com Marlene Mattos e ficou surpresa com a afirmação da ex-diretora, com quem trabalhou durante 19 anos. A apresentadora de 60 anos ouviu dela sobre as funções das paquitas, o que a deixou em choque.

Tu tem noção do que você fez com a cabeça das meninas? A minha tudo bem porque eu já era uma mulher…”, disparou a eterna Rainha dos Baixinhos. Mattos, então, afirmou: “Elas vivem até hoje de ser Paquitas. Eu deixava elas de castigo porque eu queria que elas tirassem nota. Eu não aceitava notas abaixo de 7, sabe?”. Meneghel ainda declarou: “Xuxa completou: “Mas, ao mesmo tempo, você dizia que se elas ficassem gordas, você falava horrores na cara delas. Eu soube que você que exigia que elas pintassem o cabelo”.

A ex-diretora se defendeu: “Elas eram uma continuação de você. Xuxa, você fica escutando o que as pessoas dizem. Eu nunca mandei ela pintar o cabelo. Ela pintou porque quis. As paquitas… Se elas não fossem paquitas, ninguém sabia que elas existiam. Eu fui cruel com algumas pessoas? Fui. Eu me arrependo com algumas pessoas? Nem um pouquinho“. A famosa questionou: “E comigo?“. “Ah, eu podia fazer diferente. Eu podia fazer algumas coisas diferentes, podia mesmo, mas já foi“, disse Marlene.

Bianca Rinaldi relata comenta bullying que Xuxa sofreu de Marlene Mattos

Uma das mais conhecidas ex-paquitas de Xuxa Meneghel, a atriz Bianca Rinaldi estreou como assistente de palco da apresentadora quando tinha apenas 15 anos. Em entrevista à Quem, ela relembrou a carreira e a vida de Xuxa, revelando o bullying que ela sofria de Marlene Mattos.

“E para ela é muito bom, no auge dos seus 60 anos, ter uma homenagem dessa tão merecida”, afirma a artista de 48 anos. “Ali todo mundo passou por muitas coisas, mas ninguém passou mais que a Xuxa, que é quem convivia com ela 24 horas e estava à frente de tudo. O bullying, as broncas, aconteciam para todo mundo, mas a Xuxa sofria muito mais porque ela era o carro-chefe, a Marlene estava ali por ela. É muita coragem dela e muita disponibilidade com o outro de expor tudo realmente para um bem maior. Eu bato palmas”.

source
R7

Leia Também

Deixe seu Comentário