Cinco pessoas morreram e 27 ficaram feridas após serem atropeladas por um micro-ônibus durante uma procissão no domingo de Páscoa (31). O acidente aconteceu no bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

O atropelamento ocorreu durante a caminhada “Cristo Vive”, uma procissão realizada pela Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Os fiéis foram atropelados pelo micro-ônibus enquanto desciam a Avenida Barreto de Menezes, em um trecho conhecido como “ladeira da Adelaide”, pois fica perto da Escola de Referência em Ensino Médio Adelaide Pessoa Câmara.

Quem foram as vítimas que morreram?

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a prefeitura de Jaboatão não divulgaram os nomes das vítimas, mas informaram que as pessoas que morreram no acidente foram:

  • Um idoso de 75 anos, que não resistiu aos ferimentos durante o atendimento;
  • Um homem de 51 anos, que faleceu também durante o atendimento dos socorristas;
  • Três mulheres de 51, 53 e 66 anos: duas delas morreram antes de receber atendimento, e uma faleceu em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).

Quatro mortes foram confirmadas no local do acidente, e o quinto óbito foi confirmado pela prefeitura de Jaboatão por volta das 23h do domingo (31). Foi uma mulher que estava internada na UPA de Lagoa Encantada, no bairro da Cohab, na Zona Sul do Recife.

Para onde foram levados os feridos?

Acionado às 16h57, o Samu enviou 10 ambulâncias das cidades do Recife, de Jaboatão dos Guararapes, do Recife, do Cabo de Santo Agostinho e de Moreno. O Corpo de Bombeiros enviou oito viaturas ao local do acidente após ser chamado por volta das 17h.

De acordo com a prefeitura de Jaboatão, das pessoas atendidas pelo Samu e Corpo de Bombeiros, uma teve alta e ainda há 26 internadas, sendo:

  • Nove no Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área central do Recife;
  • Sete no Hospital Dom Hélder, no Cabo de Santo Agostinho;
  • Seis na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife;
  • Dois na UPA do Ibura, na Zona Sul da capital pernambucana;
  • Uma no Hospital Otávio de Freitas, no bairro de Tejipió, na Zona Oeste do Recife;
  • Uma em um hospital particular de nome não divulgado.

Os nomes dos feridos e informações sobre o estado de saúde dos pacientes não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.

G1

source
Fonte : Polemica Paraíba