O professor do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (USP) Pedro Luiz Côrtes defende que a Cúpula da Amazônia tem potencial para ser um “ponto de virada” no combate ao desmatamento na região e que pode, também, ajudar a destravar acordos comerciais como o que vem sendo negociado há anos entre Mercosul e União Europeia.

A Cúpula da Amazônia, que acontece a partir da próxima semana em Belém, reunirá os líderes de todos os países que integram a floresta para discutirem políticas conjuntas na proteção e desenvolvimento da região.

“Mostra que nós, esses países envolvidos, não estamos parados, não estamos aceitando a função de meros expectadores de crimes ambientais”, afirmou Côrtes em entrevista à CNN neste sábado (5).

“Isso funciona como uma resposta muito boa à expectativa internacional, e certamente nas negociações envolvendo tratados bilaterais como o do Mercosul e a União Europeia, que passa a ser pautado de maneira diferente, porque efetivamente está sendo iniciada uma articulação importante de proteção à Amazônia.”

Negociado há mais de duas décadas, o acordo entre os blocos latino e europeu chegou a avançar em 2019, mas, sob críticas às políticas ambientais do Brasil e também receio dos produtores europeus à abertura comercial, acabou travando novamente.

Veja a entrevista completa no vídeo acima.

source
Fonte : CNN BRASIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *