Terreno de 5,84 hectares está localizado em Mangabeira, zona sul da Capital. Mais de 30 empresas devem gerar cerca de 2 mil empregos no local

Polo Fabril seção
(Foto: Divulgação/ALPB)

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou nesta quarta-feira (9) um projeto de lei que autoriza a doação de um terreno que pertence ao Governo do Estado para a Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep).

De acordo com o PL 638/2023, o objetivo específico desta doação é a implantação de um Polo Fabril. Segundo a gestão estadual, o empreendimento será capaz de gerar mais de dois mil empregos.

Conforme a bancada de situação na ALPB, mais de 30 empresas devem se instalar no local, investindo R$ 18,7 milhões na construção de galpões. A expectativa de faturamento inicial do empreendimento é de R$ 105 milhões.

O terreno está localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Avaliado em R$ 14,5 milhões, a área total possui 5,84 hectares. 

Conforme apurado pelo repórter Bruno Lira, da Rádio 98 FM Correio, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) terá uma unidade no local para capacitar mão de obra.

Aprovado por unanimidade

O projeto foi aprovado após a bancada de oposição contestar o texto e pedir mais informações sobre quais seriam as empresas beneficiadas.

O líder da bancada de oposição, o deputado Wallber Virgolino (PL), explicou em entrevista para a Rádio 98 FM Correio que após ter acesso a mais detalhes, se posicionou favorável a aprovação do projeto.

“Faltou clareza por parte do Governo do Estado. Fomos procurados pela associação do polo têxtil, por vários empresários, eles explicaram a situação e agora queremos ‘amarrar’ o projeto: que o terreno seja doado e não vendido aos empresários e que seja dado um prazo para que esse polo têxtil aconteça”, disse.

As empresas terão um ano para se instalarem no local e se o terreno não for utilizado em um prazo de cinco anos, será devolvido ao Governo do Estado.

source
Fonte : Portal Correio