Fred Coutinho, esembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), votou para aumentar a pena de Johannes Dudeck, condenado pela morte da estudante de medicina Mariana Thomaz. Inicialmente, o acusado foi sentenciado a 32 anos de prisão em novembro do ano passado.

A defesa de Dudeck recorreu da decisão e solicitou que a Câmara Criminal do TJPB anulasse a condenação. Em uma sessão realizada nesta terça-feira (09), o desembargador Fred Coutinho, relator do caso no colegiado, votou para aumentar a pena por homicídio qualificado para 25 anos e seis meses, dois anos a mais do que a sentença original proferida pelo juízo de primeira instância.

De acordo com Fred Coutinho, houve um “erro matemático” na aplicação da pena inicial. Com o aumento proposto, a pena total de Johannes Dudeck somaria 34 anos e seis meses, quando somadas às demais condenações. O julgamento foi suspenso após o pedido de vistas apresentado pelo desembargador Ricardo Vital de Almeida.

source
Fonte
Polemica Paraiba

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio