“É preciso ser herói, visionário ou sem juízo para investir no Brasil”, diz ex-diretor do BC
| Foto: Reprodução/Youtube

Alexandre Schwartsman, ex-diretor do Banco Central e consultor da A.C. Pastore, descreveu o cenário atual brasileiro com grande incerteza econômica e política, além de juros elevados, como um desafio que poucos se atrevem a enfrentar: “É preciso ser herói, visionário ou alguém sem juízo para investir nesse país. Como há poucas pessoas com esse perfil, investe-se pouco no Brasil”, declarou. Em entrevista à CNN, ele criticou o atual patamar dos juros, mantidos em 10,5% ao ano pelo Banco Central, considerando-o “altíssimo”. Ele argumenta que, com esse custo elevado do dinheiro, o incentivo ao investimento na economia real “diminui drasticamente”.

Citando o ex-ministro da Fazenda, Pedro Malan, Schwartsman comentou: “No Brasil, até o passado é incerto”. Como exemplo dessa volatilidade, mencionou uma recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reverteu decisões tributárias passadas, obrigando empresas a pagarem tributos retroativamente. “Opa. Como é? O imposto muda para trás, no passado? Se você for minimamente esperto, você não investe”, criticou. Schwartsman ainda elogiou a política econômica de Javier Milei na Argentina, comparando-a com a de Paulo Guedes no Brasil. “A estratégia dele (Milei) é um Paulo Guedes vitaminado. Ele teve de soltar preços públicos, o câmbio. E reduziu o volume real de despesas”, disse.

Conteúdo editado por:Mariana Braga

source
Fonte : Gazeta do Povo

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio