Lugares onde um dia pulsou vida, alegrias, conversas e muita fé, hoje se encontram desolados. As casas que outrora abrigaram famílias, foram reduzidas a escombros e ruínas. É assim que se encontram os sítios Redondo de Cima e Lajes, na zona rural de Cachoeira dos Índios, após demolição dos imóveis, devido desapropriação dos moradores, onde os quais saíram de suas residências por causa das obras da Transposição do Rio São Francisco no sertão da Paraíba.

Desde o início da obra, executada pelo Governo Federal, a reportagem da TV Diário do Sertão mostra de perto o cenário de vazio que se encontram as comunidades.

A reportagem exclusiva da TV Diário do Sertão mostra imagens por terra e aéreas, onde é possível perceber o cenário vazio e também o açude que vai receber as águas do rio São Francisco, garantindo segurança hídrica para toda a região.

Imagens com exclusividade mostram uma comunidade inteira, onde algumas casas até persistem em ter suas paredes levantadas, mas que em breve ficarão apenas as recordações, pois vão ficar todas submersas com as águas do Velho Chico.

Cenário de desolação ma comunidade de Lajes – Foto: Diário do Sertão

No sítio Redondo de Cima, todas as casas já foram demolidas e a barragem que vai receber as águas já está à espera. A igreja da comunidade, que antes servia como um local de devoção, agora é utilizada como apoio para os trabalhadores da obra.

No sítio Redondo de Cima, o local onde antes era a igreja, agora é um galpão para auxílio dos trabalhadores da obra – Foto: TV Diário do Sertão

Cerca de 60 famílias tiveram que deixar seus lares para possibilitar a execução plena da obra de construção da Barragem de Tambor, que será abastecida pelo Ramal do Apodi.

A reportagem também mostrou uma parte da obra que está sendo construída na entrada da cidade de Cachoeira dos Índios.

Ao todo, o trecho vai beneficiar cerca de 750 mil pessoas em 54 municípios do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, através da estrutura de controle do reservatório de Caiçara, na Paraíba, até o reservatório Angicos, no Rio Grande do Norte, em uma extensão total de 115 quilômetros. A obra que começou em 2021, tem investimentos do governo federal de cerca de R$ 1,5 bilhões.


Confira mais fotos da reportagem especial da TV Diário do Sertão na zona rural de Cachoeira dos Índios:

DIÁRIO DO SERTÃO


source
Fonte
Diário do Sertão

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio