Facção criminosa Los Lobos assume a responsabilidade pela morte de candidato à Presidência do Equador

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Fernando Villavicencio foi morto em Quito com três tiros na cabeça na saída de um compromisso político

Facção criminosa Los Lobos assume a autoria do ataque que matou Fernando Villavicencio. Foto: Reprodução / Twitter

A facção criminosa Los Lobos assumiu a responsabilidade pela morte do candidato à Presidência do Equador Fernando Villavicencio.  As informações são do R7, parceiro nacional do Portal Correio.

Uma publicação nas redes sociais mostra homens encapuzados e fortemente armados fazendo ameaças aos demais candidatos à Presidência do país. 

O grupo de criminosos é o segundo maior em atividade no país, com cerca de 8.000 membros.

No vídeo que circula pela internet, os criminosos afirmam que políticos usam dinheiro do crime para fazer campanha e que aqueles que não cumprirem as promessas “serão descartados”.

Villavicencio foi assassinado com três tiros na cabeça no momento em que deixava o local onde participava de um compromisso político.

Receba todas as notícias do Portal Correio no WhatsApp

source
Fonte : Portal Correio

Leia Também

Deixe seu Comentário