O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) destacou que a equipe organizadora do ‘Ato Pela Democracia’ liderado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) neste domingo, 25, identificou a presença de “alguns infiltrados” entre os participantes, os quais estariam agindo de forma contrária ao caráter pacífico esperado para o ato. Essa informação foi compartilhada pelo senador em seu perfil oficial na plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter.

Em suas declarações, o senador reforçou que a manifestação é destinada a ser “pacífica e ordeira”, mencionando que os responsáveis pelo evento estão atentos aos indivíduos identificados como infiltrados. A segurança do evento na Avenida Paulista está sendo assegurada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), que emprega o uso de drones e câmeras de segurança, tanto fixas quanto móveis, para monitorar a situação.

Os manifestantes começaram a lotar a Avenida Paulista, em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand), a partir das 9h, com o ato oficial programado para começar às 15h.

Os participantes do ‘Ato Pela Democracia’ estão reunidos em frente ao principal trio elétrico, apelidado de “Demolidor”, que servirá de palco para os discursos programados. Entre os oradores esperados estão o ex-presidente Jair Bolsonaro, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, o pastor Silas Malafaia, além de congressistas que são aliados do ex-presidente.

No local, os apoiadores promovem um ambiente pacífico e de união, entoando canções evangélicas como “Porque ele vive”, na voz de André Valadão, e proferindo gritos de apoio característicos, tais como “Eu vim de graça” e “Volta, Bolsonaro”.


source
Fonte : Conexão Politica