O destaque da semana passada foi a divulgação do PIB, com crescimento de 2,9% em 2023. Para os próximos dias, a produção industrial deverá atrair as atenções, com divulgação da Pesquisa Industrial Mensal de janeiro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, na quarta-feira.

Antes disso, na segunda, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) divulgará o Índice de Preço ao Consumidor (IPC) de fevereiro. O Banco Central trará o Relatório Focus e a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) trará os números de emplacamentos de veículos de fevereiro. No dia seguinte, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) apresentará o Indicador Antecedente de Emprego, de fevereiro, e a Markit divulgará o Índice PMI Composto.

Na quarta-feira, além da produção industrial, serão conhecidas as notas à imprensa do Banco Central sobre investimentos diretos no país (IDP), com projeção LSEG de queda de R$ 5,10 bilhões, e transações correntes, com recuo de R$ 5,35 bilhões na estimativa LSEG. O BC também apresentará o Índice Commodities Brasil – IC-Br e a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) trará a a balança comercial mensal de fevereiro. Além disso, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) apresentará os dados de produção e venda de veículos de fevereiro.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

No dia seguinte, a FGV divulgará o Índice Geral de Preços (IGP-DI) com dados de fevereiro enquanto o BC, em nova nota à imprensa, fornece mais detalhes sobre a política fiscal de janeiro. Por fim, na sexta-feira, a FGV traz o Índice Geral de Preços semanal (IPC-S) e o Banco Central divulga nota sobre política monetária e operações de crédito. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga indicadores industriais de janeiro.

Atenção ainda para o noticiário político. Nos últimos dias, o Governo editou medida provisória revogando a reintegração das contribuições previdenciárias para empresas em 17 setores da economia. Apesar disso, a retomada das contribuições para pequenos municípios foi mantida e o tema segue em debate.

Temporada de resultados

O destaque dessa semana na temporada de balanços corporativos é a Petrobras (PETR4), que divulgará seu resultado do quarto trimestre de 2023 no dia 7 de março, após o fechamento, e agendou teleconferência para comentários sobre os números em 8 de março. Outras petrolíferas, como PetroReconcavo (RECV3) e 3R Petroleum (RRRP3), também apresentarão seus dados nos próximos dias. No setor de saúde, Pague Menos (PGMN3), RD (RADL3) e Fleury (FLRY3) reportarão seus resultados e, dentre as varejistas, serão conhecidos os números de Guararapes (GUAR3), Arezzo (ARZZ3) e Petz (PETZ3).

Continua depois da publicidade

Confira as datas:

04 de março

Pague Menos

Technos

05 de março

RaiaDrogasil

Alupar

GPS

PetroReconcavo

06 de março

CSN Mineração

3R Petroleum

Dexco

Estapar

Ferbasa

Lavvi

Grupo Mateus

Guararapes

OceanPact

SLCAgrícola

Iochpe-Maxion

Taesa

Valid

07 de março

Fleury

Arezzo

CBA

Zamp

Petz

Petrobras

Track & Field

Dados do mercado de trabalho nos EUA e juros na Europa

A semana será marcada nos EUA pela divulgação de diversos dados sobre o mercado de trabalho. Os indicadores são considerados muito relevantes para definição da política monetária pelo Federal Reserve e serão acompanhados de perto pelo mercado. O primeiro dado apresentado será a pesquisa ADP, na quarta-feira, com a geração de vagas de trabalho no setor privado. A projeção do consenso LSEG estima em 150 mil novos postos. Na sexta-feira, o payroll (relatório de emprego e de folha de pagamento) será apresentado e, junto com ele, a taxa de desemprego, estimada em 3,7% pelo consenso LSEG.

Antes disso, na terça-feira, a Markit apresenta o Índice PMI Composto de fevereiro, com projeção LSEG de 51,4, e será conhecido também o Índice ISM do setor de serviços de fevereiro, com estimativa de 52,9. Na quarta-feira, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, falará e será apresentado o Livro Bege, documento do Fed sobre as atuais condições econômicas dos EUA. No dia seguinte, serão conhecidos os pedidos de auxílio desemprego semanais e a balança comercial de janeiro. Powell realizará outro pronunciamento e o Fed divulgará seus dados sobre crédito ao consumidor de janeiro.

No exterior, a semana será movimentada pela decisão de juros pelo Banco Central Europeu (BCE), que é estimada em 4,5% pelo consenso LSEG, na quinta-feira, e pela divulgação do PIB do quarto trimestre, na sexta. No início da semana, a Zona do Euro divulgará seus dados de confiança do investidor, de março, na segunda, e no dia seguinte apresentará o Índice de Preços ao Produtor de janeiro. A terça-feira será marcada pela divulgação do Índice PMI Composto pela Markit da Alemanha, Zona do Euro e Reino Unido.

Na quarta-feira, serão apresentados os números de vendas no varejo pelo Bloco europeu e a balança comercial pela Alemanha. E a semana será fechada com dados de produção industrial alemã, de janeiro, e Índice de Preços ao Produtor da Alemanha.

A China apresentará seu PMI Composto na segunda-feira e seus índices de preços ao produtor e ao consumidor de fevereiro na sexta-feira. Ainda nessa semana mas sem dia marcado, o país asiático trará sua balança comercial de fevereiro, seus dados de novos empréstimos e o crédito agregado, com dados de fevereiro.

source
Fonte : Infomoney