Em entrevista à Teen Vogue, Joe Locke recordou como foi seu primeiro beijo em uma cena de “Heartstopper”, na pele de Charlie Spring. Kit Connor, que também estava no papo, teve uma reação um tanto inusitada e internautas levantaram suspeitas de que talvez isso também tenha ocorrido fora das telas. Será?

“Eu estava um pouco nervoso e tentando gostar [de gravar isso]. Foi a primeira vez que nos beijamos na TV, que nos beijamos em geral”, iniciou Joe antes de corrigir a própria fala. “Nós não nos beijamos fora da tela”, garantiu. Logo em seguida, Kit reagiu com um “hmm” e repreendeu o colega de elenco. “Joe, você não deveria ter dito isso”, disparou. “Caramba, desculpa”, pediu Locke, nervoso. Assista:

O momento viralizou na internet, e os internautas que acompanham tanto a série da Netflix quanto os atores, não deixaram de compartilhar suas opiniões. “Suspeito. Muito suspeito esse ‘hm’”, escreveu um usuário do Twitter. “Universo, não me dá esse tipo de esperanças!”, comentou outro. “Eles estão deixando a gente sonhar”, brincou uma terceira pessoa. Confira outros:

Continua depois da Publicidade

A entrevista ainda foi marcada pelos musos falando de sua passagem pelo Brasil, em dezembro do ano passado, para a Comic Con Experience. “Foi muito louco no Brasil”, confessou Connor. “Essa foi a única vez em que me senti famoso na minha vida. Fomos para a Comic Con. Foi divertido, mas foi intenso”, acrescentou o intérprete de Charlie. “Ainda podemos descer a rua e fazer o que quisermos fazer”, brincou ele. “É, não é tão sério”, acrescentou o ator de Nick.

Sexualidade

Kit Connor aproveitou a conversa para reiterar a importância que “Heartstopper” teve em sua descoberta da sexualidade. “Definitivamente, houve momentos em que eu estava fazendo a segunda temporada e dizendo certas falas, e pensei: ‘Isso é bom, é assim que deve ser’. Esta é a mensagem que queremos passar”, explicou. “A série que estamos fazendo é realmente para estabelecer planos para as pessoas saberem como tratar essas situações delicadas, e como fazer as pessoas se sentirem seguras e confortáveis”, completou.

Joe, então, relembrou quando o amigo se assumiu publicamente. “Estávamos todos muito orgulhosos dele, e como ele controlou a narrativa. Estou muito orgulhoso dele por fazer suas próprias coisas e fazer o que era certo para ele”, declarou. “Há uma ideia de que faz parte do trabalho você perder sua privacidade e perder tal direito. Isso é algo que espero que a próxima geração de pessoas mude. Acho que as pessoas estão entendendo que a privacidade não é negociável”, ressaltou o ator.

HEAD HG 21
Joe e Kit como Charlie e Nick, respectivamente, na 2ª temporada de “Heartstopper” (Foto: Reprodução/Netflix)

Por fim, Locke falou de quando a mídia e o público passaram a rotulá-lo, mesmo sem ter falado de sua orientação sexual abertamente. “As pessoas assumiram e escreveram, e eu nunca corrigi ninguém porque não senti necessidade de fazê-lo. Mas nunca declarei especificamente minha sexualidade. Eu sou abertamente gay desde os meus 12 anos”, afirmou.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques


source
Fonte : Hugo Gloss

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio