Jovem que passou mal ao cheirar pimenta volta ao hospital dias após alta

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

trancista Thais Medeiros de Oliveira, 25 anos, que sofreu um dano cerebral irreversível após cheirar uma conserva de pimenta-bode, em Anápolis (GO), voltou a ser internada neste sábado (5/8), dias depois de receber alta. A jovem deixou o hospital na última segunda-feira (31/7), onde estava desde 17 de fevereiro.

Thaís apresentou febre alta e urina avermelhada. A jovem precisou voltar à unidade de terapia intensiva (UTI) após ter um broncoespasmo durante a madrugada. “Deus dê a cura para minha filha”, escreveu a mãe dela, nas redes sociais.


0

A trancista teve uma grave reação alérgica ao cheiro de pimenta e, em razão de uma parada cardiorrespiratória, desenvolveu uma lesão irreversível no cérebro. Durante os meses internada, ela sofreu uma série de complicações, como infecções de urina e contaminação por fungo após procedimento cirúrgico.

Os parentes de Thais chegaram a criar uma vaquinha on-line para pagar o tratamento dela. De acordo com Adriana, a família da jovem se sustenta atualmente com o salário do marido dela, que trabalha com vendas na internet.

source
Por Metrópoles

Leia Também

Deixe seu Comentário