Agentes da Guarda Civil Metropolitana de João Pessoa participam, durante todo o dia desta quarta-feira (10), de oficina sobre formas de abordagens voltadas às populações vulnerabilizadas, com foco nas demandas relacionadas ao uso de substâncias. O evento, que faz parte de uma programação nacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), contempla João Pessoa e mais nove cidades do Brasil.

Segundo o secretário de Segurança Urbana e Cidadania de João Pessoa (Semusb), Dudu Soares, esse primeiro momento da programação é para apresentação do projeto e troca de experiência do que é vivenciado em cada cidade pelas equipes da Guarda, “com o objetivo de mapear estratégias de construção de intersetorialidade entre Guardas Municipais e os Sistemas Únicos de Saúde (SUS) e de Assistência Social (SUAS)”.

Ele relata que, além da apresentação dos Projetos GENTE – No centro da política sobre drogas – e GENTE – Escutando Ruas, a programação aborda questões sobre acolhimento, dinâmica para a atividade e promove rodada de grupos para debates de questões específicas vivenciadas em campo. “Depois, em outro momento, é que acontecerá a segunda etapa que é o curso de capacitação desses servidores”, ressalta o secretário.

Dudu Soares disse que considera fundamental a iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), através das Secretarias Nacionais de Políticas sobre Drogas e Gestão de Ativos (Senad) e de Segurança Pública (Senasp), e pela Fiocruz, em parceria com a Prefeitura de João Pessoa, por meio da Semusb, para reforçar a qualificação do trabalho exercido pela corporação. “São pessoas que estão no dia a dia atendendo ao público e quanto mais capacitação receberem melhor para o exercício da profissão, de forma que fique cada vez mais humanizada”, destacou.

Conforme explicou, o ciclo de 10 oficinas está acontecendo em diferentes estados para a construção do curso das guardas municipais. A primeira oficina foi em Niterói, seguido por Natal e agora João Pessoa. Na Capital paraibana o encontro acontece no auditório executivo do Centro Universitário Uniesp, na BR-230, em Cabedelo, desde as 9h e vai até as 16h30, com a participação do titular da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania e de 20 agentes.

Depois de João Pessoa, a programação seguirá para Aparecida de Goiânia, Foz do Iguaçu, Campo Grande, Contagem, Manaus, Belém e Petrolina. O programa do curso prevê atividades presenciais e on-line, com a meta de formação de 90 mil agentes de segurança em todo o Brasil.

Djane Barros

source
Fonte
Polemica Paraiba

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio