Moraes autoriza Dino a enviar imagens de câmeras de segurança à CPMI do 8 de Janeiro

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, a enviar as imagens feitas por câmeras de segurança da sede da pasta em 8 de janeiro à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Congresso Nacional que investiga os atos extremistas. Dino havia dito que só poderia enviar as imagens com autorização judicial.



Na decisão, Moraes libera o envio e o compartilhamento das imagens tanto do circuito interno quanto externo de segurança do local com a CPMI. Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que vai acionar a Polícia Federal para que o envio das imagens seja feito.


Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram


Dino havia negado a liberação das informações, com o argumento de que o compartilhamento, ainda que sigiloso, poderia comprometer o andamento das investigações em curso. Com isso, na última terça-feira (1º), o colegiado deu 48 horas para que o ministro fornecesse as gravações.



Diversos parlamentares da CPMI pediram a cópia das gravações das câmeras das partes interna e externa do ministério. O Palácio da Justiça fica próximo à Praça dos Três Poderes, onde aconteceram os atos de vandalismo no 8 de Janeiro.


Dino havia afirmado que o compartilhamento era “impossível” caso não houvesse permissão do Supremo Tribunal Federal (STF).

source
R7

Leia Também

Deixe seu Comentário