Política

Operação Verão da PM de São Paulo matou líder do PCC

Siga nosso Instagram @saobentoemfoco

A 3ª fase da Operação Verão, conduzida pela Polícia Militar de São Paulo e pela Polícia Civil, já resultou em 20 mortes na Baixada Santista (SP). Entre os falecidos está Allan Morais Santos, conhecido como “Príncipe”, de 36 anos, que era sobrinho de um líder do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Essa operação ocorreu como resposta à morte do policial militar da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), Samuel Wesley Cosmo, ocorrida na sexta-feira, 2 de fevereiro. Até o momento, 580 pessoas foram detidas.

No sábado, 10 de fevereiro, o “Príncipe” foi morto após desacatar à ordem de parada dos policiais. Segundo informações da Polícia Civil, ele teria avançado com o carro na direção dos agentes. Durante a operação, um fuzil calibre 556 foi apreendido.

“A perícia foi acionada e todas as circunstâncias dos fatos serão apuradas”, diz a nota da SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo).

MORTE DE INTEGRANTE DA ROTA

Nas imagens presentes na câmera corporal do soldado da Rota Samuel Wesley Cosmo é possível ver o momento em que ele é atingido com um tiro.

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), e o secretário de Segurança Pública do Estado, Guilherme Derrite, compareceram ao enterro do PM.


source
Fonte

Diario do Poder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *