Polícia Civil conclui inquérito da morte do PM Patrick Reis

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A Polícia Civil de São Paulo (PC-SP) confirmou que Erickson David da Silva, o ‘Deivinho’, é o autor do disparo que matou Patrick Bastos Reis, PM da Rota, durante patrulhamento na favela Vila Julia, no Guarujá (SP).

Silva atingiu Reis no peito. Médicos do Pronto Atendimento da Rodoviária atenderam o PM, mas ele não resistiu aos ferimentos. Na ação que vitimou Reis, bandidos também acertaram outro policial. A bala, contudo, acertou apenas a mão do agente, que passa bem.

publicidade

Operação Escudo Guarujá
A megaoperação no litoral paulista ocorre desde 28 de julho | Foto: Reprodução/TV Globo

De acordo com o documento publicado pelo portal G1, neste sábado, 5, o delegado responsável pelo caso, Antônio Sucupira Neto, indiciou outras seis pessoas: Marco de Assis Silva, o ‘Mazaropi’, Kauã Jazon da Silva, André Paulo Barbosa de Freitas, David Jesus Santos, Gabriela Luz Rodrigues e Guilherme Pereira Lopes Lemos.

Após a morte de Reis, o governo do Estado iniciou a Operação Escudo na tentativa de combater o crime organizado no litoral. Até o momento, agentes prenderam 147 pessoas e matou outras 16.

Leia também: “Mais de 20 grupos populares do Guarujá (SP) publicam carta em apoio à operação da polícia”

Pedido do delegado do caso Patrick Bastos Reis

No inquérito, Neto solicitou a conversão das prisões de Silva e de outro parceiro, o Jazon, de temporárias para preventivas.

Além disso, a autoridade destacou a participação de cada criminoso na cena do crime. Conforme o inquérito, Silva é o segurança e olheiro da ‘Biqueira de Seringueira’, nas imediações da Vila Júlia.

Guarujá
Grupo responsável por matar Reis || Foto: Reprodução

Já Kauã e Mazaropi, ainda que não tenham atirado a Rota, foram apontados como participantes do crime, visto que estavam no local do crime e não contiveram Silva.

Ainda segundo o inquérito, os outros criminosos citados “fazem parte de uma perfeita e concatenada associação ao tráfico de drogas”.

Leia também: “Em defesa dos criminosos”, reportagem publicada na Edição 176 da Revista Oeste

source
Fonte : Revista Oeste

Leia Também

Deixe seu Comentário