WhatsApp Image 2023 12 18 at 19.50.01 1 768x512 1 - Prefeito Cícero Lucena lamenta morte do jornalista Agnaldo Almeida

 

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, lamentou a morte do jornalista Agnaldo Almeida neste domingo (25). Em sua rede social, o prefeito publicou uma nota declarando sua admiração pelo jornalista e também falando sobre a tristeza pela perda.

Ele ainda ressaltou a grande amizade de ambos construída ao longo dos anos, da convivência na vida política e elogiou o profissional pelo zelo e a fidelidade com a informação no trabalho jornalístico.

Para o prefeito, o amigo Agnaldo Almeida deixa como legado todo esse cuidado com a informação verdadeira.

Casado com a também jornalista Naná Garcez, presidente da Empresa Paraibana de Comunicação, o comunicador deixa cinco filhos e seis netos. O velório acontece no cemitério Parque das Acácias, das 8h às 17h.

Passou pelos principais veículos que comunicação da Paraíba e do Brasil, com destaques para O Norte e Correio da Paraíba, além da revista A Carta e do jornal Estado de São Paulo. Foi diretor de A União, secretário de Comunicação do Estado e presidente da Associação Paraibana de Imprensa.

Confira a nota na íntegra:

“Domingo triste. Perdemos Agnaldo Almeida.

O domingo amanheceu triste para todos nós que tivemos o privilégio da sua convivência. Perdemos Agnaldo Almeida, uma das maiores expressões do jornalismo paraibano.

Para além de nossas responsabilidades e atribuições nos campos da política e da comunicação, construímos uma duradoura relação de amizade, marcada pela atenção recíproca e o respeito mútuo.

Compartilhamos muitas histórias da vida política paraibana, sem que nunca fosse preciso pedir-lhe alguma correção de algo publicado. O que demonstra seu zelo e fidelidade para com a informação correta e verdadeira. Suas fontes podiam ter sempre a confiança e a segurança sobre o que foi dito para se tornar público e aquilo falado em off.

E isso permanecerá firme como parte do seu legado.

Vá em paz Aguí. Que Deus o acolha na morada eterna.”

Compartilhe:

source
Fonte : Polemica Paraíba