Um homem de 65 anos, foragido da Justiça de Alagoas, foi preso nesta terça-feira (9), em Maracás, município do interior baiano. De acordo com informações da Polícia Civil da Bahia, Antônio José dos Santos, conhecido como “Toinho da Barra”, chegou a fazer uma cirurgia plástica no rosto e usava documentos falsos para se esconder.

Ele havia sido condenado a 22 anos de reclusão pelo homicídio de Luiz Antônio Monteiro Torres, a pauladas, em 2002, na cidade de Pão de Açúcar, Sertão Alagoano. O mandado relativo a esse crime foi cumprido e também foi autuado em flagrante por falsidade ideológica.

Ainda segundo as investigações, o homem chegou a ser acusado também de envolvimento em uma chacina no ano de 1984, em São José da Tapera, também em Alagoas. Esse ataque terminou com as mortes do agricultor Givaldo Ferreira dos Santos, o advogado João Alves e o pré-candidato a prefeito Wellington Fontes.

A Polícia Civil da Bahia recebeu informações de que Toinho da Barra mudava de endereço frequentemente na tentativa de despistar a polícia, mas passou a viver uma vida normal como um empresário e com a família, no estado, há cinco anos. Até que foi feito um monitoramento para conseguir prendê-lo.

O homem passou pelos exames de lesões corporais e ficou à disposição da Vara de Execuções Penais.

source
Fonte : CNN BRASIL

Ouça a Rádio Piranhas FMRádio Piranhas FM pelo RadiosNet. #OuvirRadio