Após alguns impasses, em relação à formação das Comissões Permanentes para o ano de 2024, os vereadores da situação e oposição do município de São Bento, no Sertão da Paraíba, uniformizaram as opiniões e aprovaram a nomeação de 12 parlamentares para a composição das quatro comissões, através da Resolução de nº 002/2024.
Considerando as indicações das lideranças dos Partidos Progressistas (PP) e MDB, as comissões ficaram assim definidas: a Comissão Permanente de Constituição, Justiça e Redação (CPJR) foi composta pelos vereadores: Juliano Veras Lúcio (MDB), Artur Araújo Filho (MDB) e Rogaciano Araújo da Costa (PP).
Para a Comissão Permanente de Finanças e Orçamento (CPFO) foram nomeados os seguintes parlamentares: Juliano Veras Lúcio, Artur Araújo Filho e Fabrício Beserra Lima, sendo os dois primeiros do MDB e o último do PP.
A Comissão Permanente de Obras e Serviços Públicos (CPOSP) foi formada pelos vereadores: Domício Ferreira de Araújo (MDB), Josué Diniz de Araújo Júnior (MDB) e Iacyara Dantas Eneas (PP).
A única comissão em que os vereadores da oposição ficaram com maioria foi a de Educação, Saúde e Meio Ambiente, composta pelos edis: Domício Ferreira de Araújo (MDB), Rogaciano Araújo da Costa (PP) e Fabrício Beserra Lima (PP).
Dos trezes vereadores componentes do Poder Legislativo da Capital Mundial das Redes, oito são do MDB e cinco do PP, mas três do MDB, partido da base situacionista, racharam e estão no grupo da oposição: Márcia Roberta, Domelice Dutra e Dedé de Isaías.
Os vereadores nomeados para as comissões vão examinar e emitir pareceres (relatórios) a respeito dos Projetos de Lei em tramitação no Legislativo. Além disso, os grupos promovem reuniões, discussões e estudos sobre as pautas.

 

Leomarque Pereira