Vídeo: Leite defende frente Sul-Sudeste, mas nega racha entre estados

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), apoiou a fala do chefe do Executivo de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), que defendeu a união do consórcio formado pelos estados do Sul e do Sudeste para barrar propostas que possam causar perdas econômicas no Congresso Nacional. O gaúcho, no entanto, negou que o intuito da iniciativa seja colocar “estados contra estados” ou “região contra região”.

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, Zema afirmou que é necessária uma resposta aos projetos enviados pelos governos das regiões Norte e Nordeste. O governador de Minas Gerais alegou que os outros estados também sofrem com a pobreza.

Romeu Zema defende frente Sul-Sudeste contra Norte e Nordeste

Leite declarou que o grupo chamado de Consórcio Sul-Sudeste (Cossud), presidido pelo governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), pretende agir por mais equilíbrio na discussão sobre a reforma tributária.

“A gente nunca achou que até hoje os Estados do Norte e do Nordeste haviam se unido contra os demais Estados do país. Pelo contrário, a união desses estados em torno da pauta que é de interesse comum deles serviu de inspiração para que a gente possa finalmente fazer o mesmo”, declarou Eduardo Leite.

“Não tem nada a ver com frente de estados contra estados, ou região contra região”, afirmou o governador do Rio Grande do Sul. Confira:

Em um tom mais crítico sobre as declarações de Zema, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), ressaltou que o seu estado faz parte do Cosud, mas que o grupo deve ser um instrumento para o desenvolvimento do país e um canal de diálogo.

“O ES participa do Cosud para que ele seja um instrumento de colaboração para o desenvolvimento do Brasil e um canal de diálogo com as demais regiões”, escreveu Casagrande.

source
Por Metrópoles

Leia Também

Deixe seu Comentário