A Associação de Mídia Digital (Amidi) publicou nota de pesar, lamentando a morte, neste domingo (25), em João Pessoa, do jornalista Agnaldo Almeida. Profissional de reconhecida atuação no jornalismo estadual, ele vinha convivendo nos últimos dias com problemas de saúde e internação. 
 
A Amidi destacou que, além da forte presença no jornalismo impresso, onde se consagrou, Agnaldo também colaborou com textos e análises políticas na mídia digital, na fase mais recente de sua fértil militância profissional. 
 
“Agnaldo trilhou uma carreira ética e ajudou a construir importante capítulo da história da comunicação estadual, com sua inestimável contribuição ao jornalismo preciso, crítico e reflexivo. Seja no batente, seja em cargos que ocupou”, ressalta a Associação.
 
Na nota assinada pela diretoria da entidade, a Amidi se solidarizou “ao luto de familiares e amigos, prestando o justo e público reconhecimento a um legado de quem produziu – com esmero e senso de missão – uma escola no nosso jornalismo, viva e frutífera em seguidores e admiradores”. 
 
Confira a nota na íntegra abaixo:
 
Associação de Mídia Digital (Amidi)
 
NOTA DE PESAR
 
A Associação de Mídia Digital (Amidi) lamenta a morte, neste domingo, em João Pessoa, do jornalista Agnaldo Almeida, um dos mais brilhantes profissionais da imprensa paraibana.
 
Dono de reconhecido talento, Agnaldo trilhou uma carreira ética e ajudou a construir importante capítulo da história da comunicação estadual, com sua inestimável contribuição ao jornalismo preciso, crítico e reflexivo. Seja no batente, seja nos cargos que ocupou.
 
Na última etapa de sua fértil militância na imprensa, ele colaborou na mídia digital com análises políticas, sua expertise maior, reafirmando, também – nesse segmento – seu estilo singular, consagrado antes nas páginas impressas dos principais veículos do gênero, e entre os quais ajudou a formatar, reformar, consolidar.
 
A Amidi se solidariza, neste momento, ao luto de familiares e amigos, prestando o justo e público reconhecimento a um legado de quem produziu – com esmero e senso de missão – uma escola no nosso jornalismo, viva e frutífera em seguidores e admiradores.

A Diretoria

Fonte: Repórter PB


source
Fonte : Repórter PB