Siga nosso Instagram @saobentoemfoco

O presidente nacional do Progressistas e senador piauiense, Ciro Nogueira, desafiou a esquerda a parar de reclamar e atacar a direita e promova uma manifestação que supere o público do ato de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), ontem (25), na Avenida Paulista. Na rede social X, nesta segunda-feira (26), o senador ironizou que emprestaria a kombi necessária para levar apoiadores do presidente Lula (PT) às ruas, ao criticar que a esquerda não esconderia a dor de saber o povo já não lhe pertence, como imaginava ter um monopólio sobre os brasileiros.

“Muito feliz com a manifestação pela DEMOCRACIA e de apoio ao presidente Bolsonaro. Ao pessoal da esquerda, ao invés de reclamar, a sugestão: façam uma manifestação ainda maior. A democracia agradece! Se precisar, a gente empresta a Kombi…[sic]”, provocou o ex-ministro da Casa Civil de Bolsonaro com a imagem de uma van da Volkswagen vermelha, com capacidade entre oito e doze pessoas.

No início da manhã de hoje, Ciro publicou extenso texto em que reagia a ataques da esquerda à manifestação de ontem em defesa de um Bolsonaro inelegível e cercado por investigações sobre supostos crimes de tentativa golpe de estado contra a eleição de Lula. Para o senador, o que mais dói na esquerda é tudo que Bolsonaro representa, após décadas “se dizendo e se achando dona das ruas e dona do monopólio do povo”.

“A esquerda sente a dor de que o povo não lhe pertence, que as ruas já não enchem nem se encantam mais sob seu comando. E descarregam em Bolsonaro todo o rancor sem perceber que o povo não mudou de dono. O povo ama Bolsonaro porque ele representa o contrário do que a esquerda sempre imaginou. O povo agora é dono de si mesmo!”, defendeu Ciro Nogueira.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo calculou que o público do ato pró-Bolsonaro foi de 600 mil pessoas. Mas os bolsonaristas estimaram em mais de 1 milhão de apoiadores do ex-presidente.

Manifestantes registraram público recorde em ato de apoio a Jair Bolsonaro, na Avenida Paulista (Foto: Reprodução X/nikolas_dm)

Mais que culto ao político

O senador descarta que a manifestação de domingo tenha sito um culto à personalidade de Bolsonaro, mas, sim, a comunhão de ideias e valores maiores. “São ideias e valores que são do povo brasileiro. Não adianta atacar Bolsonaro, como a esquerda faz, porque ao fazer isso está atacando o próprio povo”, concluiu.

Ciro encerra o textão afirmando que, se Lula já disse uma vez que ele seria uma ideia para os brasileiros, Bolsonaro seria uma visão de um Brasil, uma visão da política, uma visão da família, uma visão de patriotismo.

“Uma visão de tudo que podemos ser e uma visão compartilhada por dezenas de milhões de brasileiros. […]Não adianta chamá-los de reacionários, atrasados, idiotas, não adianta insultá-los. Eles têm uma visão do Brasil e do mundo e é por entender essa visão que Bolsonaro os representa”, disse Ciro Nogueira.

O ato de ontem foi criticado pelo ministro da Secretaria de Comunicação de Lula, Paulo Pimenta, e pela presidente nacional do Partido dos Trabahadores (PT), Gleisi Hoffmann.


source
Fonte

Diario do Poder