A Globo anunciou que garantiu os direitos de transmissão dos jogos do Santos como mandante durante a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, depois do rebaixamento da equipe para a segunda divisão nacional. As partidas do time paulista serão exibidas pela emissora na TV aberta e nos canais da TV por assinatura, incluindo o SporTV e Premiere.

“Essa parceria entre Santos e Globo é mais uma demonstração de mútua confiança e credibilidade. Trata-se de uma das maiores empresas de comunicação do mundo, se unindo a um clube de dimensão histórica”, disse Marcelo Teixeira, presidente do Santos, afirmando que o canal valoriza o torcedor. “Com certeza as transmissões valorizarão o nosso torcedor”, completou o mandatário.

+ Leia mais notícias de Imprensa em Oeste

Mesmo que ainda não tenha sido divulgada a tabela de jogos da Série B 2024, o torneio tem previsão de início para o dia 20 de abril. Pedro Garcia, diretor de Direitos da Globo, comemorou a parceria com o time paulista.

“É uma satisfação celebrar mais um acordo com o Santos, que reforça a nossa longa parceria. Principalmente neste ano muito importante para o clube”, afirmou o executivo.

Foto do logotipo Futebol 2024 na TV Globo
Globo tem gastos bilionários com times de futebol | Foto: Divulgação/TV Globo

Globo teve gasto bilionário para exibir o Brasileirão 2023

A Globo pagou um valor bilionário aos clubes pelos direitos de transmissão do Brasileirão 2023. De acordo com a coluna de Allan Simon, do UOL, esse valores se referem à TV aberta, TV por assinatura, os repasses de pay-per-view e também os mínimos garantidos de PPV ao Flamengo, Corinthians, Grêmio e Palmeiras.

A líder de audiência desembolsou nada menos que R$ 2,1 bilhões para garantir as transmissões das partidas do torneio que teve o Verdão como campeão pelo segundo ano consecutivo.

O valor referente ao pagamento da TV aberta chega a R$ 869,4 milhões, da TV por assinatura a R$ 724,5 milhões, os repasses de pay-per-view chegaram a R$ 302,4 milhões e, em relação aos times que possuem PPV garantido por contrato, R$ 541,9 milhões.

Leia mais detalhes sobre a notícia no site TV Pop, parceiro editorial da Revista Oeste

source
Fonte : Revista Oeste