Atualmente, em São Paulo, mais de 10 mil crianças e adolescentes estão afastados das famílias por terem sido submetidas a maus tratos. A grande maioria vai para abrigos, e pouco mais de 2% vivem com famílias acolhedoras. No entanto, uma parceria pioneira do governo do estado e do Ministerio Público pretende mudar essa realidade. No momento, apenas 52 municipios participam da iniciativa, que será ampliada a partir de hoje (19) com a parceria.

source
R7