O partido Novo formalizou, nesta terça-feira, 20, apoio ao impeachment do presidente Lula.

Trata-se do primeiro partido que manifestou, publicamente, essa decisão, em virtude de o petista ter associado os ataques de Israel em Gaza, como revide ao atentado terrorista do Hamas, ao Holocausto.

“São o epílogo de uma política externa desastrosa, puramente ideológica, alinhada a ditaduras e grupos terroristas, e cuja continuidade é uma ameaça iminente à posição do Brasil perante a comunidade internacional”, informou a legenda. “Um presidente da República não deve apoiar assassinos, terroristas e ditaduras, e tampouco ser hostil com nações amigas.”

Placar a favor do impeachment de Lula

impeachment de lula
O presidente Lula, durante a cerimônia de assinatura de contratos de concessão de rodovias do Paraná, em Brasília – 30/01/2024 | Foto: Mateus Bonomi/Estadão Conteúdo

Conforme levantamento mais recente de parlamentares da oposição, 113 deputados assinaram o pedido para afastar o presidente.

De acordo com a oposição, os ataques do petista a Israel configuram crime de responsabilidade. “É um ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”, argumentou o grupo.

Entre os apoiadores, 33 são de partidos base do governo: dois do PSD, quatro do Republicanos, três do MDB, 12 do PP e 12 do União Brasil. A lista está sendo elaborada pela equipe da deputada Carla Zambelli (PL-SP).

Leia também: “Estadista de galinheiro”, artigo de Augusto Nunes publicado na Edição 204 da Revista Oeste

source
Fonte : Revista Oeste