Em 2023, a soma do lucro líquido das cinco principais estatais federais – Petrobras, Banco do Brasil, BNDES, Caixa Econômica Federal e Correios – foi de R$ 182,1 bilhões, uma queda de 24% em relação ao ano anterior, quando os resultados combinados chegaram a R$ 241,1 bilhões.

Uma das principais causas para a queda no desempenho das cinco estatais no primeiro ano do terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi a retração no lucro de uma delas, a Petrobras.

Em 2023, a empresa teve redução de 33% na comparação com o
ano de 2022, saindo do faturamento recorde de R$ 188,3 bilhões para R$ 124,6
bilhões. O BNDES também apresentou um resultado 5% inferior ao de 2022, quando
alcançou R$ 12,5 bilhões, ante os 11,9 bilhões em 2023.

Já o Banco do Brasil, teve um resultado recorde de R$ 35,6 bilhões,
um crescimento de 11,4% em relação aos 12 meses anteriores, quando chegou a R$
31,9 bilhões. A Caixa Econômica Federal também teve alta em seu desempenho, que
chegou a R$10,6 bilhões, um aumento de 15,5% ante os R$ 9,2 bilhões de 2022.

Assim como Petrobrás e BNDES os Correios também tiveram prejuízo, de R$ 597 milhões. O valor, no entanto, é 22% menor do que o déficit do ano anterior, de R$ 768 milhões.

Queda nos preços internacionais do Petróleo e aumento do rendimento de linhas de crédito

De acordo com a Petrobrás, os resultados foram impactados pela variação negativa do preço internacional do petróleo (Brent), que caiu 18%, e do preço do diesel em relação ao petróleo (crackspread), que obteve queda de 23%. De acordo com a empresa, as grandes petroleiras do mundo também tiveram ganhos reduzidos, em razão do recuo dos preços internacionais.

No caso do BNDES, conforme explicado pelo diretor Financeiro
e de Crédito Digital para Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) do banco,
Alexandre Abreu, as devoluções de valores ao Tesouro realizadas em 2022, contribuíram
para o déficit. Caso não tivessem sido realizadas, ele afirmou que o resultado
teria sido de R$ 1,1 bilhão a mais em 2023, registrando alta ao invés de queda em
relação ao ano anterior.

Durante a apresentação dos resultados do Banco em 2023, ele
mostrou que o caixa livre do BNDES começou 2022 com R$ 90 bilhões, chegando a
R$ 16 bilhões na virada para 2023 e sendo recomposto para R$ 34 bilhões no
quatro trimestre daquele ano.

Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal obtiveram maiores receitas com diversas operações, como as de crédito, por exemplo. No caso dos Correios, a adoção de medidas de gestão que resultaram na melhoria de processos, como a adoção de tecnologias, foram responsáveis para diminuir as perdas. Segundo comunicado da empresa, para 2024, estima-se que haja lucro de R$ 150 milhões.

source
Fonte : Gazeta do Povo