Boulos agradece Lula por apoio do PT e ataca Nunes: “Só sabe falar de recapeamento”

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

São Paulo – O deputado federal Guilherme Boulos (PSol-SP) agradeceu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por ter viabilizado o apoio do PT à sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo em 2024.

Durante evento com petistas neste sábado (5/8), na capital paulista, Boulos chamou Lula de “maior liderança popular da história”.

“Eu tenho orgulho de estar ao lado de Lula em todos os momentos, especialmente nos momentos mais difíceis e o quanto, para nós, é gratificante ver que o mundo gira. Aqueles que achavam que a esquerda estava morta, que o PT está morto, hoje vê o Lula presidente da República e aquele que o acusou à beira de ser cassado no Senado Federal”, afirmou o deputado do PSol.

No evento, Boulos também criticou a gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB), que tentará a reeleição no ano que vem com o apoio do PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro.

“Tudo o que eles conseguem falar é de recapeamento. Só sabe falar de recapeamento”, disse Boulos. “É o básico, é obrigação de qualquer prefeito, que é tapar buraco e fazer recapeamento. Está gastando uma fortuna de maneira malfeita e suspeita”, afirmou.

O psolista também afirmou que a gestão de Nunes é feita na base da “desumanidade, incompetência e esquemas”, e criticou limpeza urbana e problemas de habitação.

“Quem anda por São Paulo hoje tem um sentimento completo de insegurança, de caos. Não tem o básico de zeladoria, as pessoas estão jogadas no meio da rua, das calçadas, debaixo de viadutos. É a maior população em situação de rua da história da cidade, 53 mil pessoas vivendo indignamente nesta cidade. Se o centro está dessa forma, imaginem as periferias”, afirmou.

Boulos também mencionou o valor recorde retido em caixa pela Prefeitura, que rendeu R$ 1,5 bilhão de juros. “O que mais me deixa triste é que não está assim por falta de dinheiro. São Paulo hoje tem R$ 36 bilhões parados no caixa da cidade”, disse.

Planejamento

No evento, Boulos afirmou que busca não apenas a Prefeitura, mas também “eleger a maior bancada progressista da história da Câmara Municipal de São Paulo”.

Segundo o deputado federal, a pré-campanha pretende fazer plenárias nas comunidades e percorrer as 32 subprefeituras paulistanas. Ao lado de diversos nomes do primeiro escalão do PT, como a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, ainda lançou uma brincadeira:

“Vou até trocar o pneu do meu Celtinha para aguentar a barra que vai ser o segundo semestre.”

source
Por Metrópoles

Leia Também

Deixe seu Comentário