Acompanhe Nosso Instagram @saobentoemfoco

O Sporting CP conquistou a Taça da Liga de futsal, depois de vencer o Benfica, por 4-2.

O Sporting passa assim a liderar o número de conquistas deste troféu, agora com cinco triunfos, enquanto os ‘encarnados’ contam com quatro vitórias na final desta prova.

Logo aos 55 segundos, na sequência de um canto, apontado por Merlim, Taynan inaugurou o marcador.

As ‘águias’ partiram, no imediato, para a tentativa de recuperação, por intermédio de Chishkala, que, com um par de remates, começou a fazer brilhar o guarda-redes contrário Henrique.

Aos oito minutos, numa rápida transição e depois de Henrique ter feito uma enorme defesa a remate de Igor, Panny Varela protagonizou um primeiro remate que Léo Gugiel defendeu, mas não impediu que, na recarga, Sokolov assinasse o 2-0

Com a desvantagem, o Benfica teve de forçar a sua capacidade de remate, com Kutchy, Higor e Diego Nunes a evidenciarem-se, mas a mostraram-se perdulários em vários momentos de finalização.

Ainda assim, a insistência da equipa da Luz acabou por dar frutos já aos 18 minutos, aproveitando uma das poucas desconcentrações do Sporting, que, em dois momentos, perdeu a bola e pôs-se à mercê de uma jogada desenhada por Arthur e finalizada, no 2-1, por Chishkala.

Logo a seguir, Afonso Jesus, num remate ao lado em excelente posição, desperdiçou o tento do empate, acabando castigado pela frieza dos ‘leões’, na jogada seguinte, e novamente na sequência de uma bola parada, em que Taynan voltou a fazer valer a sua forte meia distância para fixar o 3-1 ao intervalo.

A toada do jogo não se alterou após o descanso, com o Benfica a regressar com mesma capacidade de remate, fazendo brilhar o guardião Henrique, e o Sporting com a sua estratégia mais trabalhada na posse e troca de bola, a também causar problemas nos contra-ataques.

O impasse quebrou-se aos 34 minutos, num lance de felicidade para o Benfica, pois, num canto cobrado por Carlos Monteiro, o capitão dos ‘leões’ João Matos acabou por desviar a bola para a própria baliza, impondo o 3-2 que relançou as emoções do desafio.

A partida recuperou, então, o ritmo frenético, com o Sporting a arriscar mais um pouco e o Benfica a aproveitar os espaços deixados pelo adversário para avolumar as suas investidas.

Os ‘verde e brancos’ ainda tiveram uma excelente oportunidade para se distanciaram novamente no marcador, quando Alex Merlim, isolado não conseguiu superar o guarda-redes do Benfica.

Na sequência deste lance, Taynan entra em campo e corta a bola, numa altura em que estava no banco de suplentes, ver video aqui.

Os últimos momentos acabaram por ser marcados por algumas quezílias, que precipitaram a quinta falta do Benfica, já nos derradeiros segundos, dando lugar a um livre direto, que Tomás Paço não desperdiçou, fixando o 4-2 final.

Por: Zona Técnica Futsal • Lisboa | POR

source
Fonte : Folha Paraibana