A fotografia publicada no fim de semana pelo deputado federal Gervásio Maia, presidente estadual do PSB, ao lado do prefeito Emerson Panta (Progressistas) e de outros aliados, parece ter provocado dissabores internos na legenda. É que a foto, indicando um possível apoio ao candidato de Panta na cidade de Santa Rita, talvez não tenha sido ‘combinada’ com o restante da cúpula partidária. 

Hoje o vice-presidente do partido, Ronaldo Guerra, chefe de gabinete do governador João Azevêdo (PSB), avisou que nada está decidido.

“Conversei ontem mesmo com Gervasio e ele disse que apenas recebeu na sede do partido o prefeito e seus correligionários e educadamente fez uma foto, assim como faz com diversas lideranças que nos visitam. Mas decisão mesmo só quando a gente reunir a Executiva, ouvir o governador e também os companheiros que vêm na batalha do PSB em Santa Rita”, afirmou Ronaldo Guerra.

Uma cidade do porte de Santa Rita, segundo o vice-presidente do PSB, requer uma discussão mais profunda dos que compõem o partido, ouvindo também as legendas aliadas.

Guerra lembrou que “Gervásio tem cumprido muito bem esse papel em todos os municípios, sobretudo aonde tem divergências e, mesmo quando ele tem posição conflitante, acaba acatando o entendimento da maioria e do governador, a exemplo do que ocorreu em João Pessoa”.

Na semana passada o governador João Azevêdo fez uma declaração serena quanto à filiação do comunicador Nilvan Ferreira ao Republicanos. Nilvan vai disputar a prefeitura de Santa Rita, como principal adversário do grupo de Panta.

Em cidades como Cajazeiras, Bayeux e Sousa o PSB deverá ter candidatura própria. Em Cajazeiras a base vai dividida, com parte do partido apoiando a candidatura de Socorro Delfino – anunciada por José Aldemir.  

A nota assinada por Guerra soa como um recado para Gervásio. Os acertos precisam passar pelo crivo do Governo.

Ruído no PSB: após fotografia de Gervásio com Panta, Guerra diz que nada foi definido

source
Fonte: Jornal da Paraíba